• Bruno Ramos

Shakhtar procura Inter por Vinicius Tobias, e negócio pode antecipar liberação de Taison

Clube ucraniano negocia a contratação de lateral de 17 anos, uma das principais promessas da base colorada


O Shakhtar Donetsk fez contato com o Inter e abriu tratativas para tentar a contratação do lateral-direito Vinicius Tobias, de 17 anos. As negociações estão em andamento e podem envolver até a liberação antecipada de Taison pelo clube ucraniano para definir seu retorno ao Colorado.


A diretoria colorada nega ter recebido qualquer contato do Shakhtar pelo garoto ou por qualquer outro atleta. Mas é de conhecimento dos dirigentes que o clube ucraniano monitora de perto Vinicius Tobias e também outros jovens do elenco.

Conforme apurou o portal ge, o Inter pediu inicialmente 10 milhões de euros (R$ 66,6 milhões) para liberar Vinicius, uma das principais promessas do clube. O lateral é nome frequente em convocações para as seleções de base e já despertou interesse de clubes como a Juventus.

Taison treinando na Ucrânia | Foto: Twitter

A pedida foi considerada muito acima do que o Shakhtar está disposto a pagar pelo atleta. A diferença era grande, mas as conversas seguiram. O desejo antigo do Inter de repatriar Taison acabou entrando na mesa de negociações. O atacante de 33 anos tem contrato com o clube ucraniano até 30 de junho e já avisou que não irá renovar seu vínculo. Atualmente, ele está afastado do elenco principal.

Como o Inter já tem conversas adiantadas com Taison sobre um retorno ao Beira-Rio, as duas partes passaram a negociar uma liberação antecipada do atacante, mediante um desconto na compra dos direitos de Vinicius Tobias. A diretoria colorada concordou em reduzir a pedida. Mas não a ponto de fazer as duas partes chegarem a um acordo. As conversas seguem, ainda longe de um denominador comum para o negócio ser definido. Em paralelo, o Inter já tem conversas bastante adiantadas com Taison para definir seu retorno ao Beira-Rio após uma década.

O atacante de 33 anos já sinalizou à diretoria colorada que aceitará a proposta salarial com valores bem abaixo do que recebe na Ucrânia. O clube gaúcho ofereceu cerca de R$ 650 mil mensais ao atacante, além de bônus por metas. O contrato deve ter duração de três anos. A diretoria colorada espera Taison resolver sua situação com o Shakhtar para avançar na negociação. Até que ele esteja livre no mercado, não haverá novos avanços ou definições nas conversas.

3 visualizações0 comentário