top of page
  • Foto do escritorDifusora FM

Rio Grande do Sul registra primeira morte por leptospirose após enchentes

Um homem de 67 anos morreu por leptospirose em Travesseiro, município do Vale do Taquari, um dos locais mais atingido pelas enchentes históricas do Rio Grande do Sul. Segundo a prefeitura, ele morreu na sexta-feira (17), mas o Laboratório Central do Estado (Lacen) confirmou óbito somente nesta segunda-feira (20). As informações são do g1.


O homem foi identificado pela prefeitura como Eldo Gross e o diagnóstico da doença foi confirmado no domingo (19), no Hospital Bruno Born, de Lajeado, para onde foi levado.


Essa é a primeira morte por leptospirose após as chuvas do estado gaúcho. 

Outras três pessoas recebem tratamento para a doença na cidade.


Tragédia no Rio Grande do Sul

Subiu para 157 o número de pessoas que morreram em função das enchentes que assolam o Rio Grande do Sul. Conforme o boletim da Defesa Civil divulgado às 18h desta segunda-feira (20), há 85 pessoas desaparecidas e 806 feridos.


No total, 2,3 milhões de pessoas foram afetadas pelas chuvas. Desse número, 76.188 pessoas estão em abrigos e 581.633 desalojados que foram para as casas de familiares ou amigos. Dos 497 municípios gaúchos, 464 tiveram problemas relacionados ao temporal.

Por NSCTotal



29 visualizações0 comentário

Commenti


bottom of page