• Bruno Ramos

Renato Portaluppi sai do Grêmio: o destino é a Chapecoense?

Técnico Renato Portaluppi pediu demissão do Grêmio na manhã desta quinta-feira (15); Verdão do Oeste perdeu o técnico Umberto Louzer na quarta-feira (14)


O técnico Renato Portaluppi deixou o Grêmio na manhã desta quinta-feira (15). A decisão ocorreu após a eliminação na terceira fase da Libertadores para o Independiente del Valle, na noite de quarta-feira (14).



Logo após a notícia da saída de Portaluppi, torcedores começaram a especular o destino do profissional. Entre tantos, surgiu até o nome da Chapecoense, o que é uma possibilidade muito remota por inúmeros fatores, entre eles o salário do técnico.


O técnico da Chapecoense, Umberto Louzer, pediu demissão do cargo na quarta-feira (14), após proposta do Sport. No clube, o salário dele girava entorno de R$ 100 mil.


Sérgio Badá Badalotti, comentarista do Balanço Geral Oeste:


“O Renato é um técnico totalmente fora da realidade da Chapecoense, o salário dele é mais de R$ 1 milhão, e ele já recusou propostas de salário semelhantes do Atlético Mineiro. Totalmente fora da realidade da Chapecoense.”


Fábio Machado, comentarista esportivo do Grupo ND


“A saída do treinador Renato, do Grêmio, é evidente que mexeu com a torcida da Chapecoense. E por que não sonhar com ele no time do Oeste catarinense? afinal na região existe uma grande colônia de descendentes gauchos e haveria uma certa identificação do Renato com o clube. O problema é que o patamar do Renato está muito acima, são pouquíssimos clubes que vão poder bancar ele na sequência da sua carreira. Então ficaria muito difícil a participação dele na Chapecoense. Mas seria um fato relevante e extremamente interessante. Além do salário, acredito que o que mais pesa aí, é que a Chapecoense fica muito longe do litoral, das praias que o Renato tanto gosta de frequentar para praticar seu futevôlei.”


Anderson Rodrigo, setorista da Chapecoense na rádio Condá FM:


“O alto salário e o perfil de jogadores que o Renato costuma solicitar aos clubes que ele trabalha tem um valor de mercado acima da realidade da Chapecoense. A própria maneira que o Renato se relaciona com a imprensa seria um entrave em Chapecó, pois aqui a imprensa tem uma relação próxima e direta com a Chapecoense.”


Renato Portaluppi


O Grêmio anunciou em março deste ano a renovação de contrato de Renato até o final da temporada de 2021. O treinador recebia R$ 1,5 milhão de salário, além de bônus por títulos.

Thiago Gomes será o técnico interino do Grêmio nas próximas partidas do Campeonato Gaúcho.


Títulos de Renato no Grêmio


  • Copa do Brasil 2016

  • Libertadores 2017

  • Recopa Sul-Americana 2018

  • Gauchão (2018, 2019 e 2020)


Números gerais de Renato no Grêmio


  • 59% de aproveitamento

  • 308 jogos

  • 161 vitórias

  • 82 empates

  • 65 derrotas


Renato no comando tricolor em Gre-Nais


  • 20 clássicos

  • 9 vitórias

  • 8 empates

  • 3 derrotas




0 visualização0 comentário