top of page
  • Foto do escritorDifusora FM

Polícia de SC alerta para crime que age na inocência do cidadão e tem enriquecido facções

Os grupos faccionados, atualmente, estão fazendo mais dinheiro com os crimes virtuais, os estelionatos, que com o tráfico de drogas. A informação é do delegado-geral da Polícia Civil, Ulisses Gabriel, em entrevista concedida à Coluna Bom Dia.


Juntamente com o tráfico internacional de drogas, é o estelionato que tem rendido importantes valores ao crime organizado. A informação, que tem um tom de alerta, foi dada pelo delegado que revela a ascensão desse tipo de delito, seja pela “facilidade” em que é cometido, quanto pela possibilidade já que é tudo feito via telefone celular.


A Polícia Civil de Santa Catarina, também por isso, tem trabalho seu lado da tecnologia a fim de encontrar maneiras de combater esse tipo de delito.


São golpes dos mais variados jeitos e valores, sempre, mediante aparelho celular. Há um dificultador para o trabalho policial, por exemplo, que é a situação geográfica.


“Hoje as facções estão ganhando mais dinheiro com crimes virtuais que é pelo celular, as extorsões, crimes de estelionato do que com o tráfico de drogas. A gente precisa fazer o quê: identificar e prender esses quadrilhas que, via de regra, esses quadrilhas não são de Santa Catarina são de fora”, explicou Ulisses Gabriel.


Email confessa golpe


Um email endereçado a redação, neste final de semana, revelou um casal de jovens que sofreu dois golpes na Grande Florianópolis em menos de 14 dias: um de aluguel e outro de uma compra, ambos de maneira virtual.


“não importa idade, inteligência ou status social, os golpistas estão aí, oferecendo as melhores ofertas, apenas na espera de uma pessoa de boa fé para aceitar”, alertou uma das vítimas do golpe.

Por ND+



24 visualizações0 comentário

Comentários


bottom of page