• Bruno Ramos

PF investiga importação ilegal e aplicação de vacinas

Empresa de transporte teria administrado doses de vacinas na garagem de uma empresa de transporte rodoviário em Belo Horizonte


A Polícia Federal (PF) deflagrou na manhã desta sexta-feira (26) a Operação Camarote, que investiga um suposto esquema de importação e aplicação irregular de vacinas contra a Covid-19 na garagem de uma empresa de transporte rodoviário na cidade de Belo Horizonte.


A 35ª Vara Federal Criminal de Belo Horizonte, em Minas Gerais, deferiu e expediu quatro mandados de busca e apreensão, que estão sendo cumpridos desde as primeiras horas desta manhã.


Leia mais


A suspeita dos agentes é de que houve importação irregular e receptação de vacinas contra Covid-19.

Nesta quinta-feira (25), Ministério Público Federal (MPF) passou a investigar com apoio da PF um grupo de empresários do setor de transportes e políticos de Minas Gerais suspeitos de receber ilegalmente doses da vacina da Pfizer contra a Covid-19 no Brasil.


O MPF informou que apura o caso para confirmar se houve violação da lei que prevê que todas as vacinas compradas pelo setor privado devem ser doadas ao SUS até que todos os grupos prioritários do Brasil sejam vacinados.

Já a Polícia Federal tenta entender como essas vacinas chegaram ao país e se há mais doses do imunizante para serem apreendidas.


A Secretaria de Saúde de BH disse que a vigilância sanitária fez vistoria no local e não encontrou evidências de que a vacinação ocorreu e que por isso não poderia tomar ações adicionais. Já a Pfizer nega a venda e distribuição de vacinas no Brasil fora do Plano Nacional de Imunização (PNI).

Reprodução: CNN Brasil

0 visualização0 comentário