• Caroline Sacardo

Padrasto é preso suspeito por estupro de enteada de 12 anos

A equipe policial de Barracão foi solicitada na noite de quarta-feira, 08, por volta das 22h50, para atender uma ocorrência por suspeita de abuso de vulnerável.


A Polícia Militar foi chamada por uma mulher, de 37 anos, a qual relatou aos PMs que seu marido havia beijado e passado a mão nas partes íntimas da filha de 12 anos de idade. A criança é enteada de seu marido. A mãe da criança disse que estava no colégio estudando, e que ao chegar em sua casa por volta das 22h30, encontrou a sua filha de 12 anos, no banheiro da residência chorando.


Ao ver sua mãe, a criança relatou que estava deitada em sua cama quando seu padrasto. de 46 anos, foi até lá e começou a passar a mão em um gato que estava junto na cama, e que após isso colocou a mão no seu sutiã e tentou passar a mão em seus seios. A criança relatou à mãe que retirou a mão do padrasto de seu corpo e pediu para ele parasse. Mesmo assim o homem continuou e começou a beijar o rosto da vítima, onde novamente a mesma pediu para que parasse e fosse buscar sua mãe no colégio.


Diante do ocorrido, a mãe da vítima acionou a Polícia Militar e com a chegada da guarnição relatou o ocorrido o qual foi confirmado pela vítima. Ao ser questionado pela PM, o padrasto negou os fatos, contudo, devido aos detalhes da mãe e da vítima, foi dado a voz de prisão pelo crime de estupro de vulnerável. Conforme o artigo 217-A, ter conjunção carnal ou praticar outro ato libidinoso com menor de 14 anos configura crime.


Imagem Ilustrativa


Fonte: Polícia Militar Paraná

280 visualizações0 comentário