top of page
  • Foto do escritorDifusora FM

Ordem de serviço para construção do Elevado das BRs 282 e 158 será assinada no dia 13 de julho

A obra do elevado, no entroncamento das BRs 282 e 158, é um marco para a infraestrutura das rodovias do Extremo Oeste de Santa Catarina. Com investimento de R$ 35.498.530,94, esta será uma das maiores obras já planejadas e executadas em Maravilha. O investimento é aguardado há mais de 40 anos e representa mais segurança e mobilidade viária, além de desenvolvimento econômico para a região.


A ordem de serviço será assinada no dia 13 de julho, com a presença do Deputado Estadual e Presidente da Alesc, Mauro De Nadal, que na oportunidade também estará como governador interino de Santa Catarina. O ato será às 15h nas instalções da Auriverde, junto ao Contorno Viário. A obra será executada pelas empresas Gaia Rodovias e Construtora Oliveira, vencedoras do processo de licitação. As empresas entraram em consenso e fizeram um consórcio para executar o serviço.


O recurso será repassado pelo governo do Estado, através de convênio, assinado em setembro de 2023 pelo governador Jorginho Mello. “Queremos, mais uma vez, manifestar nossa gratidão ao deputado Mauro De Nadal, que se empenhou muito para garantir que essa obra se tornasse realidade. Também ao governador Jorginho Mello, que reconheceu a importância do projeto e garantiu a destinação do recurso. Esperamos em breve poder ver o elevado construído, revolucionando a infraestrutura rodoviária da região”, destaca o prefeito Sandro Donati.


OBRA SE LIGA AO CONTORNO VIÁRIO


O elevado terá ligação direta com o contorno viário de Maravilha. Com o traçado já aberto, o contorno tem uma extensão de 9,5 quilômetros, representando um importante corredor logístico para a região, ligando as BRs 282 e 158 à estrada geral que dá acesso a Bom Jesus do Oeste, pelo interior de Maravilha.O novo corredor viário vai desviar o tráfego de veículos de carga do perímetro urbano de Maravilha, trazendo mais mobilidade, agilidade e segurança no transporte de cargas.



120 visualizações0 comentário

Comentários


bottom of page