• Caroline Sacardo

Operação “Little Tony”: chefe do tráfico de drogas é preso em Chapecó

A Polícia Civil de Chapecó deflagrou operação policial após uma longa investigação sobre tráfico de drogas e associação para o tráfico de drogas. Na tarde desta quarta-feira (18), quatro mandados de busca e apreensão foram cumpridos e duas pessoas foram conduzidas à delegacia de polícia.


Conforme a Polícia Civil, o trabalho policial põe fim a um dos mais antigos casos investigados pela Divisão de Investigação Criminal (DIC) de Chapecó, que há mais de três anos tentava obter maiores informações sobre um esquema de tráfico de drogas do bairro Cristo Rei, região norte da cidade. Neste local, um famoso traficante de drogas atuava diariamente comercializando cocaína a usuários e outros traficantes.


Após o emprego de técnicas especiais de investigação previstas na lei de drogas e de organizações criminosas, foi possível comprovar a prática do crime de tráfico de drogas pelo investigado em diversas oportunidades. O trabalho intenso permitiu a identificação do “modus operandi” (forma de agir) do alvo e a apreensão de droga ilícita do tipo cocaína na posse de diversas pessoas que haviam adquirido o material com o traficante em questão. Ao longo da investigação, pelo menos cinco pessoas relacionadas ao caso foram abordadas na posse de cocaína.


O resultado foi a demonstração no inquérito policial da prática do crime de tráfico de drogas em ao menos seis diferentes momentos, o que fará com o que o investigado responda múltiplas vezes pelo crime de tráfico de drogas, que possui pena de cinco a quinze anos de reclusão, além de, possivelmente, pelo crime de associação para o tráfico de drogas.


Ao longo do caso e, também hoje, foram apreendidas pequenas quantidades de cocaína, justamente a forma como o criminoso agia para tentar evitar ser preso em flagrante durante eventual ação policial.


Diversos veículos utilizados por pessoas envolvidas no caso foram levados à unidade policial no curso do trabalho. Na tarde de hoje, um veículo importado Audi/A3 foi sequestrado com ordem judicial em razão de ser empregado pelo traficante no comércio de cocaína.


As buscas realizadas ainda acarretaram na apreensão de outros elementos de prova, os quais poderão servir para reforçar as provas sobre o esquema de comércio ilícito referido.


Por fim, a investigação culminou na expedição de mandado de prisão ao criminoso, o qual foi cumprido no início da tarde, bem como na condução de outro homem na posse de cocaína, cujo envolvimento nos crimes seguirá sendo apurado.


Foto: Divulgação/Polícia Civil


Fonte: ClicRDC

44 visualizações0 comentário