top of page
  • Foto do escritorDifusora FM

Mulher é indiciada pela Polícia Civil após falsa denúncia contra ex-companheiro.

Na tarde desta quinta-feira, 25 de abril de 2024, a Polícia Civil de Cunha Porã concluiu um inquérito policial que apurava uma denúncia falsa de crime feita por uma mulher contra seu ex-companheiro. A acusação envolvia alegações de violência doméstica e posse irregular de arma de fogo.



Inicialmente, as acusações levaram à expedição de um mandado de busca e apreensão na residência do homem, além do deferimento de medidas protetivas impostas contra ele. No entanto, durante o andamento das investigações, a mulher decidiu retirar a queixa. Ela revelou que havia feito a denúncia em um momento de exaltação, motivada pela não aceitação do fim do relacionamento e admitiu que seu ex-companheiro nunca a havia ameaçado.



Ao imputar falsamente ao ex-companheiro a prática de um crime inexistente, a mulher agora enfrenta acusações de denunciação caluniosa, um crime que pode resultar em uma pena de dois a oito anos de reclusão.



A Polícia Civil de Cunha Porã ressalta a importância da verdade nas acusações apresentadas à justiça e lembra que falsas denúncias podem ter graves consequências legais e pessoais para todas as partes envolvidas.



📍 31ª DRP MARAVILHA



Investigação que gera resultados



2 visualizações0 comentário

Comments


bottom of page