• Caroline Sacardo

Maravilhense assume presidência nacional do PTB no lugar de Roberto Jeferson

Com a prisão do ex-deputado federal Roberto Jefferson (PTB), a presidência nacional do partido até então comandada pelo agora bolsonarista tem nova dona. E ela é catarinense. Graciela Nienov, natural de Maravilha, já liderou o primeiro encontro dos petebistas após a prisão de Jefferson. Foi nesta quarta-feira, 18, em Brasília. Além dela, estiveram presentes deputados federais como Eduardo Bolsonaro (PSL-SP) e a catarinense Caroline de Toni (PSL).


Graciela é a vice-presidente nacional do PTB, por isso agora comanda o partido. Assim como fazia Jefferson, ela manteve um tom de enfrentamento: “Nós não podemos nos calar diante de tudo o que está acontecendo em nosso país”, disse. Além disso, também seguiu demonstrando apoio ao governo do presidente Jair Bolsonaro.


Em outra fala com a mesma linha do presidente do partido, a catarinense usou um tom de ameaça: “Hoje é Roberto Jefferson, mas amanhã pode ser cada um de vocês. A nossa liberdade não tem preço e nós vamos, sim, marchar”.


Foto: Weleson Nascimento/PTB


PTB em SC


Os petebistas em Santa Catarina são liderados nos últimos meses pelo deputado estadual Kennedy Nunes. Ele deixou o PSD e assinou ficha no novo partido com o aval de Jefferson. Na última semana, quando o presidente nacional do PTB foi preso, Kennedy emitiu uma nota de repúdio à decisão dada pelo Supremo Tribunal Federal (STF).


Fonte: NSC Total

116 visualizações0 comentário