• Caroline Sacardo

Laudo médico aponta que bebê encontrado em caixa de papelão foi abandonado com vida

A Polícia Civil, através da Delegacia de Proteção à Criança e ao Adolescente, segue investigando o encontro do feto de uma criança sem vida, encontrado no mato próximos à Rua Osório Rodrigues da Silva, no Bairro Municipal, dia 13 de Maio, em Vacaria, no Rio Grande do Sul. E também de uma criança recém nascida, plenamente formada, que foi encontrada numa caixa de papelão recolhida pelo serviço de coleta de lixo reciclável dia 17 de Maio.


Quanto a este fato, a Polícia sabe que a coleta deu-se no sábado, dia 15, e o caminhão percorreu os bairros Glória, Gaspareto, Vitória, Cohab e Municipal.


Segundo informações do Posto Médico Legal, a criança nasceu com vida, e a morte se deu por asfixia (talvez falta de ar na caixa).


Foto: Ilustração


Assim, trata-se de provável Infanticídio, [ Infanticídio, artigo 123 do Código Penal): Matar, sob a influência do estado puerperal, o próprio filho, durante o parto ou logo após: Pena - detenção, de dois a seis anos.}


As diligências para apurar as responsabilidades, até agora restaram infrutíferas.


Do feto e do recém nascido (menina), foi separado material genético para futura comparação de DNA.


A DPCA segue no trabalho de investigação, verificando unidades de saúde, hospital, agentes de saúde, e têm checado informações que surgem.


Por isso, pede-se que pessoas que tenham conhecimento sobre quem possa ter envolvimento, que liguem para a Polícia Civil. Garante-se o sigilo.


Fonte: Carlos Alberto Defaveri - Delegado de Polícia

594 visualizações0 comentário