• Caroline Sacardo

Jovem pede socorro com bilhete em lanche em Chapecó: ‘meu chefe está me assediando’



“Por favor, chame a polícia nesse endereço. Meu chefe está me assediando e tentando me drogar. Sou cozinheira, por favor, não é brincadeira”. Assim dizia o bilhete encontrado por um casal ao receber um lanche via delivery. O suposto pedido de socorro era de uma jovem de 19 anos que estaria sofrendo uma tentativa de estupro, em Chapecó, no Oeste de Santa Catarina.

O caso foi atendido pela GM (Guarda Municipal) por volta das 00h30 desta sexta-feira, 28. De acordo com a GM, a guarnição foi abordada por um casal que havia feito o pedido do lanche. Ao receber o produto, encontraram o bilhete. Diante da informação, os guardas se deslocaram até o estabelecimento e localizaram a vítima na cozinha.


Em conversa com os guardas municipais, a jovem relatou que seu chefe a havia oferecido cocaína e teria passado a mão em suas pernas e pescoço. Depois, novamente lhe ofereceu drogas e R$ 150,00 para cada vez que “dormisse” com ele. Ele ainda teria a agarrado e tentado levá-la para o quarto, mas ela conseguiu se desvencilhar.


Mais tarde, conforme relatou a vítima, ele novamente ofereceu cocaína. Como ela recusou, ofereceu então um copo de vinho com refrigerante no qual ele teria colocado um produto branco.


A vítima escreveu o bilhete pedindo socorro e colocou dentro do pacote de um pedido que seria entregue aos clientes. Em buscas no local a guarnição localizou, em um quarto, duas buchas contendo substância semelhante a cocaína.


A jovem e o suposto autor foram conduzidos até a Central de Plantão Policial, onde foi registrado o Boletim de Ocorrência. Um inquérito policial deve ser instaurado para apurar os fatos. A reportagem do ND+ tentou contato com a Polícia Civil, mas não obteve retorno até esta publicação.


Fonte: ND+

151 visualizações0 comentário