• Camila Vicari

Inter se acerta com Taison e espera fim do contrato com Shakhtar para repatriar ídolo

Direção colorada, no entanto, nega que tenha assinado documento para garantir retorno do atacante ao término do contrato com o clube ucraniano


O sonho da torcida colorada, enfim, está mais perto de ser concretizado. Após anos de tentativas frustradas e meses de uma última negociação, o Inter chegou a um acordo com Taison para que o atacante retorne ao Beira-Rio após o fim do contrato com o Shakhtar Donetsk, no meio do ano.


Em entrevista ao portal GauchaZH, Alcyone Dornelles, um dos representantes do jogador, afirmou que Taison já assinou pré-contrato com o Inter. Em contato com o ge, o vice de futebol João Patrício Hermann nega esta informação.

Mas o ge apurou com uma pessoa próxima a Taison que já está tudo acertado para que o jogador volte ao Colorado. Resta apenas que seu contrato com o Shakhtar Donetsk encerre, em 30 de junho.

As conversas entre as partes estão em andamento há tempos. O Colorado teve reuniões com os representantes de Taison, Alcyone e Diego Dornelles. Apresentaram a proposta de um salário de R$ 650 mil. O jogador de 33 anos aceitou reduzir o que ganha na Ucrânia para voltar ao Brasil após 11 anos. Taison já tinha manifestado o desejo de voltar ao Inter.

Apesar disso, o Inter sabe que é remota a chance de ter o atacante antes do fim do contrato em 30 de junho. Por mais que seja o desejo do clube e de Taison, o Shakhtar não está disposto a liberá-lo e pretende contar com seus esforços nestes últimos meses. Além do Inter, Taison recebeu ofertas do mundo árabe, China e, inclusive, clubes da Europa. Porém, pesou o desejo em voltar a Porto Alegre, ficar mais próximo da família e defender o time pelo qual torce.

Enquanto buscava repatriar o atacante, o Inter ainda viu o Shakhtar cobiçar Vinícius Tobias. O lateral-direito é apontado como a principal joia da base do clube. A direção pediu inicialmente 10 milhões de euros (R$ 66,6 milhões) para liberar o garoto de 17 anos, que ainda não atuou pelo profissional.

Nome frequente nas seleções de base, Tobias já entrou no radar de times como Real Madrid, Bayern de Munique e Juventus.


Reprodução: Globo Esporte

2 visualizações0 comentário