• Caroline Sacardo

Inter leva virada e perde para o Táchira na Libertadores

O Internacional teve a vitória em sua mão, porém acabou deixando escapar no final do jogo. Em falhas da defesa colorada, o Deportivo Táchira conseguiu virar a partida e sair com um resultado de 2 a 1. Dessa maneira, o Colorado se complicou no Grupo B e ficou nos seis pontos.


Foto: Ricardo Duarte/Internacional


Como foi o jogo?


A primeira etapa do Internacional foi de muita intensidade da equipe de Miguel Ángel Ramírez, que conseguiu ficar mais com a posse e levar perigo para a meta adversária. As principais chegadas do Colorado saíram dos pés de Thiago Galhardo e Yuri Alberto.


Apesar do Inter ter conseguido dominar praticamente os 45 minutos iniciais, a equipe gaúcha pouco conseguiu transformar o intenso volume de jogo em chances reais. Logo no início da partida, Yuri Alberto se antecipou ao zagueiro rival e cabeceou contra a meta de Varela, porém a tentativa acabou indo para fora.


O Colorado só conseguiu chegar novamente com perigo aos 20 minutos e Thiago Galhardo quase conseguiu abrir o placar na Venezuela. O meio-campista aproveitou o vacilo de Varela e ficou com a bola limpa dentro da área, porém não soube aproveitar e mandou para fora.


No entanto, quem acabou criando uma das melhores oportunidades do primeiro tempo foi o Deportivo Táchira. O time venezuelano aproveitou a linha alta do Internacional e criou uma oportunidade claríssima de gol, porém Góndola desperdiçou no cara a cara com Lomba.


Apesar de ter tomado um susto, o Internacional seguiu em cima e continuou procurando seu primeiro gol no jogo. Mais uma vez, Thiago Galhardo e Yuri Alberto foram os responsáveis por levar perigo para a meta de Varela, mas não obtiveram sucesso e pararam no goleiro.


Depois de um primeiro tempo com grande controle, o Internacional voltou para a etapa final da mesma maneira e conseguiu abrir o placar logo aos sete minutos. Num cruzamento para área, o zagueiro do Táchira segurou Cuesta e a arbitragem marcou uma penalidade para o Colorado.


Thiago Galhardo foi quem acabou ficando com a missão de bater o pênalti. Com a categoria de sempre, o meio-campista bateu muito bem, venceu o goleiro Varela e fez 1 a 0 para o Inter. Esse foi o seu quarto gol na Libertadores e o tornou o artilheiro do time na competição.


Depois de abrir o placar, o Deportivo Táchira foi para cima do Internacional e criou uma grande chance com Góndola. O meio-campista arriscou uma bomba de fora da área, a bola tinha como endereço onde a coruja dorme, porém Marcelo Lomba apareceu e fez um milagre.


Na sequência, os venezuelanos continuaram em cima do Inter e, só não empataram, pois Marcelo Lomba e Rodrigo Dourado não permitiram. O primeiro fez duas grandes defesas em chutes de Hernández e Covea, além disso o volante travou Góndola em cima da hora, quando a meta estava totalmente aberta.


Depois de tanto tentar e pressionar o Internacional, o Deportivo Táchira conseguiu o que queria e empatou a partida. Em erro grotesco na saída de bola de Zé Gabriel, Nelson Hernández aproveitou e finalizou para fazer o 1 a 1.


Na sequência, aos 40 minutos, em outra falha defensiva, Lomba acabou fazendo uma penalidade. Edenílson recuou mal e o goleiro para evitar o gol do Táchira derrubou o atacante rival. Cova foi para a bola e não perdoou. 2 a 1 e três pontos garantidos.


Com a vitória do Deportivo Táchira, o Internacional ficou nos seis pontos e permanece na liderança provisória do agrupamento. Além disso, deixou de se credenciar ainda mais para avançar às oitavas de final, visto que viu a diferença de pontos cair para os rivais venezuelanos.


Fonte: Portal Peperi

5 visualizações0 comentário