• Bruno Ramos

Inovação do Hospital São José aproxima pacientes e profissionais da saúde

Em meio a pandemia do novo coronavírus, o Hospital São José de Maravilha por meio do grupo de humanização (GHT) resolveu inovar aproximando mais o paciente internado e os profissionais da linha de frente contra o COVID-19. A ação identifica médicos, enfermeiras e técnicos de enfermagem. Os profissionais agora utilizam "crachás humanizados" com nome, função e foto ampliada. Em decorrência dos cuidados devido a covid-19 os pacientes não tem acesso ao rosto e ao sorriso do profissional, com isso o crachá humanizado facilita essa interação médico/enfermeiro e paciente.


Quando os pacientes dão entrada no hospital, os profissionais responsáveis por fazer a triagem realizam o "prontuário afetivo" que facilita aos médicos e enfermeiros saberem um pouco mais de quem estão tratando. Ao todo dez pacientes estão recebendo tratamento humanizado.


Em cada leito são fixadas as informações como Profissão, o que mais gosta de

fazer, que música gosta de ouvir, se possuí filhos, se é casado(a), time do coração, comida preferida, frase que o define, entre outros. Segundo a Psicóloga Vanderléia, a iniciativa foi colocada em prática no final de semana do dia 16 ( sexta).


Os pacientes tem reagido de forma positiva a esses estímulos, e os profissionais do Hospital dizem ter percebido não só melhora clínica e emocional dos mesmos como também na autoestima de toda a equipe gerando resultado positivo já que muitos tem se sentido motivados e mobilizados com a prática.


Ninguém imagina o quanto pode ser gratificante para o paciente com covid-19 ver a foto do médico ou equipe estampado no crachá, quebra o gelo e a distância imposta pelo uso dos EPI’s. Paramentados com máscara, óculos e roupas hospitalares era quase impossível a identificação dos profissionais. Essa ação é positiva para todos além do acolhimento que a humanização traz, nós podemos perceber também o aumento da afetividade, confiança no profissional que vai fortalecer os pacientes que estão ali precisando de apoio, além de nos aproximar dos pacientes. - disse em nota Marizete Badia Fior.

Imagens: Hospital São José de Maravilha

149 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo