• Caroline Sacardo

Homem tenta defender mulher é agredido na cabeça e fica gravemente ferido em Chapecó

Um homem, de 37 anos, ficou gravemente ferido, após ser agredido no bairro Seminário, em Chapecó. O fato aconteceu por volta das 2h54, do último domingo, 05. Conforme relato da Polícia Militar, o homem agredido, que foi identificado como Júlio César, sofreu as lesões, após tentar evitar que uma mulher fosse agredida.


No relato, a PM informou que além de Julio, a sua mulher, de 43 anos, também foi agredida. Os dois saiam de uma janta no bairro, quando Júlio avistou as agressões de um homem, de 22 anos, contra a mulher. Ele tentou intervir, mas o agressor se voltou contra Júlio e lhe agrediu com uma pedrada na cabeça.


Após a vítima cair no chão, o suspeito ainda a atingiu diversos golpes na cabeça e face. Conforme o relato da PM, a esposa de Júlio tentou defender o marido e segurou as pernas do agressor, mas o suspeito a atingiu com socos na face.


Outras pessoas que passavam pelo local pararam para ajudar e conseguiram conter o agressor, de 22 anos, até a chegada da PM. Conforme os policiais, o suspeito das agressões possui vasto histórico policial, como: passagens por roubo, porte ilegal de arma de fogo, dentre outras.


Diante dos fatos, foi dado voz de prisão ao homem, de 22 anos, pelos crimes de homicídio – doloso na modalidade tentada e lesão corporal leve dolosa.


Vakinha “Ajuda para o Júlio”


Pela internet, amigos de Júlio César criaram uma vaquinha digital. O dinheiro arrecadado será utilizado para algumas cirurgias de reconstrução da face, para o uso de aparelhos específicos para a recuperação da mandíbula e para gastos de despesas básicas (contas, boletos, impostos), já que a sua oficina ficará fechada durante a recuperação.


Atualmente, Júlio está internado no Hospital Regional do Oeste (HRO), em Chapecó. O seu estado é estável, porém grave.


Fonte: ClicRDC

37 visualizações0 comentário