• Caroline Sacardo

Governo prorroga decreto de estado de calamidade pública em Santa Catarina

O decreto de estado de calamidade pública em Santa Catarina foi prorrogado até 31 de outubro pelo governador Carlos Moisés. Pela última ampliação de prazo, adotada em fevereiro, o decreto motivado pela pandemia da Covid teria duração até 30 de junho. Agora, são mais quatro meses com a situação de calamidade mantida. O cronograma do governo do Estado prevê a vacinação da população adulta (18 ou mais anos), pelo menos com a primeira dose, até 23 de outubro.


O decreto original de calamidade pública é de abril do ano passado, incialmente com prazo de 180 dias, intervalo prorrogado. O dispositivo traz as diretrizes de enfrentamento. Foi esse decreto que definiu, em um exemplo, o Centro de Operações e Emergências em Saúde (Coes) como órgão de coordenação técnica das medidas contra o coronavírus.


Foto: Arquivo AN


A matriz de risco, com quatro escalas de agravamento, também está prevista no decreto, assim como as medidas correspondentes a cada nível de risco. A última atualização da matriz, divulgada neste sábado, apontou 15 das 16 regionais de saúde em situação “gravíssima”. Apenas o Extremo Oeste ficou na classificação “grave”.


Fonte: NSC Total

2 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo