• Caroline Sacardo

Governo de SC já recuperou parte dos R$ 33 milhões da compra dos respiradores


Foto: Divulgação/ Governo do Estado


O Governo do Estado publicou na manhã desta segunda-feira (16), uma página com todas as informações referentes às ações para recuperação dos valores pagos à empresa Veigamed e para a responsabilização dos envolvidos na compra de 200 respiradores em abril de 2020 que não foram entregues pelo fornecedor. O conteúdo está disponível no endereço www.sc.gov.br/respiradores e segundo dados já divulgados na página, mais de R$ 14,2 milhões foram recuperados e estão depositados em juízo.


Além do valor recuperado, até o momento, 96,6% dos R$ 33 milhões já estão bloqueados em dinheiro ou bens ou em fase avançada de cobrança judicial. A recuperação dos valores e a responsabilização dos envolvidos é resultado de um conjunto de ações determinadas pelo governador Carlos Moisés, envolvendo a Procuradoria Geral do Estado (PGE), Controladoria Geral do Estado (CGE), Secretaria de Estado da Administração, Secretaria de Estado da Saúde e Polícia Civil.


“É importante, de uma vez por todas, acabar com as informações inverídicas e o jogo político que existe sobre o caso. Desde o início, temos trabalhado intensamente para punir os culpados e recuperar todo o dinheiro do cidadão catarinense. Por meio desta página, deixamos tudo claro e transparente”, afirmou o governador.


De acordo com o Governo do Estado, a publicação da página ocorre neste momento porque as ações e investigações já se encontram em estágio avançado e, assim, não há mais risco de prejuízo aos trabalhos.


Desde abril de 2020, já foram ajuizados ações para o ressarcimento integral do valor pago, acionado os órgãos de investigação e controle para apuração de responsabilidades, aplicado multa à empresa Veigamed, aberto processos administrativos em face de quatro empresas e sete servidores públicos e implementada melhorias no processo de compras, aumentando a eficiência e reduzindo os riscos, entre outras ações.


Fonte: ClicRDC

6 visualizações0 comentário