• Caroline Sacardo

Governo de SC anuncia que haverá vigilantes em todas escolas da rede estadual

Vigilância humana será destinada para as 1064 escolas da rede estadual de ensino


Em reunião do colegiado estadual na manhã desta quarta-feira, dia 12, o governador Carlos Moisés e o secretário de Estado da Educação, Luiz Fernando Vampiro, anunciaram investimento para que todas as 1.064 escolas da rede estadual de ensino tenham vigilância humana.

“É fundamental para o Governo do Estado manter a presença física de vigilantes em todas as escolas catarinenses, principalmente a partir das notícias mais recentes de violência contra alunos e professores. Buscamos uma educação de qualidade, aliado a isso, é necessário que as unidades sejam ainda mais seguras e acolhedoras para todos. Isso é o que faremos”, reforçou o governador.

Um processo licitatório estava em curso e previa a contratação de vigilância humana em 566 escolas de Santa Catarina. A decisão de reformular a licitação e intensificar a segurança nas unidades escolares foi tomada após a tragédia em uma creche municipal em Saudades, no Oeste do Estado.


“Temos toda a rede protegida com a vigilância eletrônica e agora, por determinação do governador, vigilância humana nas 1064 escolas para reforçar a segurança de alunos, professores e demais servidores. Será um investimento expressivo do Governo do Estado é muito importante para as escolas neste momento”, pontuou o secretário da Educação.

Atualmente, o sistema de segurança da rede estadual conta com 234 postos de vigilância humana em escolas localizadas em áreas de vulnerabilidade social. Todas as unidades possuem vídeo monitoramento, sistema de alarme e sensores de presença em ambientes onde estão guardados objetos de valor. O contrato que estabelece os atuais serviços foi prorrogado emergencialmente por mais seis meses, enquanto ocorre o trâmite da nova licitação.

Além da contratação de vigilância humana em 566 escolas, o processo licitatório que será retificado também reforça a aquisição de equipamentos de segurança para as escolas, como sistema de alarme e sensores de presença. Para avaliar este processo, os técnicos da Secretaria de Estado da Educação (SED) consultaram as Coordenadorias Regionais de Educação para que o novo contrato atendesse todas as solicitações feitas pelas escolas.



Reunião ocorreu na manhã desta quarta-feira, dia 12 (Foto: Secom)


Fonte: OesteMais

73 visualizações0 comentário