• Caroline Sacardo

Falta de chuva afeta 8 das 10 regiões de SC há mais de um ano

Desde maio de 2019, grande parte de Santa Catarina tem registrado chuva abaixo do esperado. Conforme dados da Epagri/Ciram, oito das 10 regiões do Estado estão com acumulado negativo, comparado à média histórica, o que coloca algumas áreas em estado de alerta para estiagem.


O Meio Oeste é a região mais seca, com 1.158 milímetros negativos de chuva esperada, entre maio de 2019 e julho de 2021. As outras regiões com acumulado negativo são Oeste, Extremo Oeste, Planalto Sul, Planalto Norte, Vale do Itajaí, Litoral Sul e Grande Florianópolis serrana.


Apenas a região litorânea da Grande Florianópolis e o Litoral Norte do Estado têm saldo positivo de precipitação no período.


Conforme Guilherme Miranda, pesquisador de hidrologia da Epagri/Ciram, a falta de chuva preocupa, pois a primavera deve continuar seca, afetando a disponibilidade de água para as atividades econômicas, para o abastecimento público e para consumo dos animais. Para ele, Santa Catarina vive uma situação atípica.


Julho e agosto deste ano foram meses secos para todo o Estado. O acumulado de chuva foi negativo em todas as regiões. A média histórica de precipitação em agosto na região Oeste, por exemplo, é de 153,5 milímetros, mas até esta segunda-feira, 23, choveu apenas 18,3 milímetros.


Segundo a meteorologista da Epagri, Gilsânia Cruz, agosto deve terminar com déficit de chuva para todo o Estado.


— Na quarta e quinta-feira desta semana podem ocorrer alguns temporais localizados no Estado, e mais nos dois últimos dias de agosto. Mesmo com essa possibilidade, não há perspectiva de uma chuva significativa que reverta a situação. Agosto deve terminar com chuva abaixo da média em todas as regiões — explica a meteorologista.


Foto: Divulgação/Comitê de Bacias Chapecó


Fonte: NSC

8 visualizações0 comentário