• Caroline Sacardo

Estradas catarinenses registram ao menos sete mortes no final de semana

No Dia dos Pais, o filho de Douglas Luis Clemente, de pouco mais de um ano, não pôde abraçá-lo. Isto porque Douglas morreu um dia antes, em um acidente na BR-282 em Florianópolis. Além dele, outras seis pessoas tiveram suas vidas interrompidas nas rodovias catarinenses neste fim de semana.


Foram pelo menos sete mortes nas rodovias federais e estaduais entre sábado e domingo, segundo dados da Polícia Rodoviária Federal e da Polícia Militar Rodoviária. Mais do que o triplo do registrado no mesmo período no ano passado, quando houve duas mortes.


O número de vítimas teve um salto de 250% se comparado com o fim de semana do Dia dos Pais em 2020. Na ocasião, as duas mortes ocorreram em Campo Erê, na SC-305, e em Catanduvas, na BR-282. Nos dois casos, as vítimas eram homens na faixa dos 30 anos.


Já em 2021, das sete vítimas fatais deste fim de semana, seis eram homens e uma era mulher. Foram cinco mortes no dia 7 e duas mortes no dia 8 de agosto. As federais lideram a lista como as rodovias mais violentas neste fim de semana: 5 mortes. As outras duas foram na SC-350, no trecho entre Caçador e Aurora.


Os acidentes fatais ocorreram em Pouso Redondo, Florianópolis, Joinville, Laguna, Caçador e Aurora. As vítimas possuíam entre 24 e 38 anos.


Foto: Divulgação


Fonte: NSC

11 visualizações0 comentário