• Caroline Sacardo

Estado de SC recorre à China em busca do dinheiro dos respiradores fantasmas

A busca pelos R$ 33 milhões gastos na compra fraudulenta de 200 respiradores pela secretaria de Estado da Saúde vai à China. Os equipamentos seriam adquiridos do país asiático pela empresa Veigamed. Somente 50 deles vieram a Santa Catarina, mas foram apreendidos pela Receita Federal.


Em nova reunião, nesta semana, a secretaria Executiva de Assuntos Internacionais e a Procuradoria-Geral do Estado discutiram ações para a repatriação dos valores. Do total retirado dos cofres catarinenses, somente R$ 14 milhões estão depositados oficialmente em juízo.


Neste encontro mais recente, ficou definido que a PGE apresentará um histórico contextualizado do problema, formalizando, assim, os questionamentos e informações que podem ser obtidas diretamente da China. A Procuradoria afirma que são informações pertinentes à operação de importação, que são possíveis obter somente naquele país.


No começo de setembro os órgãos voltam a se reunir para discutir outras ações a partir do panorama que será desenhado pela PGE. Na última semana, procuradores do Estado participaram de reuniões no Ministério das Relações Exteriores, Ministério da Justiça e Advocacia-Geral da União, em Brasília, para traçar estratégias de colaboração internacional na tentativa de recuperação dos recursos.


Foto: Reprodução/NSC/TV


Fonte: NSC

25 visualizações0 comentário