• Caroline Sacardo

Estado catarinense fará mutirão de cirurgias após fila com 100 mil pessoas

A secretaria de Saúde de Santa Catarina prepara um mutirão de cirurgias eletivas para reduzir a fila que cresceu 60% durante a pandemia do novo coronavírus. Atualmente, são mais de 100 mil pacientes que aguardam pelo procedimento. A lista histórica é de 63 mil pessoas, mas esta aumentou 60% na pandemia, com o ingresso de 40 mil pessoas.

Segundo o secretário da pasta, André Motta Ribeiro, será realizado um mutirão de cirurgias eletivas a partir de novembro. “Serão 18 meses em seis. A ideia é realizar 40 mil procedimentos, que é justamente o número que subiu durante a pandemia quando os hospitais suspenderam as eletivas e estavam focados e estruturados no atendimento Covid-19”, explicou o secretário.

Não serão contempladas, necessariamente, as 40 mil pessoas que ingressaram com a solicitação no período da pandemia. Será feito o resgate histórico cruzando os dados com a lista das prioridades.

As cirurgias eletivas foram retomadas no dia 13 de maio. Os procedimentos devem ocorrer tanto nos hospitais da administração direta como também nos hospitais filantrópicos.


Foto: Divulgação


Fonte: NSC

15 visualizações0 comentário