• Caroline Sacardo

Epidemia de dengue atinge 21 municípios de SC e registra aumento de 30% em sete dias

Já são 21 municípios de Santa Catarina em situação de epidemia para dengue, aumento de 31% em uma semana. O último boletim da Diretoria de Vigilância Epidemiológica (Dive), da última sexta-feira, 01, apontava 16 cidades nesta situação. O Estado já notificou oito mortes da doença, sete delas em homens com mais de 40 anos. Outras nove ainda estão em investigação.


Desde o início de 2022, foram identificados 25.871 focos do mosquito em 210 cidades. O mesmo período do ano passado registrou 264 focos a menos, no entanto, em um menor número de municípios - 203 - de acordo com a Dive.


Os casos confirmados de dengue estão em 9.422 em Santa Catarina. Apenas em Florianópolis são 275 confirmações, o maior número da história da cidade e do Estado.

Municípios em epidemia

  • Maravilha

  • Seara

  • Concórdia

  • Iporã do Oeste

  • Itá

  • Xanxerê

  • Abelardo Luz

  • Romelândia

  • Mondaí

  • Belmonte

  • Coronel Freitas,

  • Guaraciaba

  • São José do Cedro

  • Caibi

  • Palmitos

  • Ascurra

  • Caxambu do Sul,

  • Tunápolis

  • Flor do Sertão,

  • Santa Helena

  • Peritiba

Cidades que registraram mortes por dengue

  • Brusque (1)

  • Caibi (1)

  • Chapecó (2)

  • Criciúma (1)

  • Itá (1)

  • Romelândia (1)

  • Xanxerê (1)

Mortes em investigação

  • Ascurra (1)

  • Blumenau (1)

  • Chapecó (1)

  • Guaraciaba (1)

  • Joinville (1)

  • Maravilha (1)

  • Palmitos (1)

  • Seara (2)


Imagem Ilustrativa


Sintomas de dengue


A primeira manifestação da dengue é a febre alta (39° a 40°C) de início abrupto, que tem duração de dois a sete dias, associada à dor de cabeça, fraqueza, dores no corpo, nas articulações e no fundo dos olhos. Manchas pelo corpo estão presentes em 50% dos casos, podendo atingir face, tronco, braços e pernas. Perda de apetite, náuseas e vômitos também podem estar presentes.


As pessoas que apresentem os sintomas da doença devem procurar atendimento nas unidades Estratégia Saúde da Família (ESF) ou Unidade de Saúde da Família (USF), os antigos AGs. A busca por atendimento em caso de suspeita permite evitar o agravamento do quadro e inclusive a evolução para morte.


Fonte: NSC Total

72 visualizações0 comentário