top of page
  • Foto do escritorDifusora FM

Em caso incomum, gêmeo nasce um quilo e 5 cm a menos que irmão em SC

Dois bebês gêmeos nasceram com diferença de um quilo e cinco centímetros de comprimento em Florianópolis, no Litoral catarinense. Um deles, o menor, também estava empelicado (envolto pela bolsa amniótica). O caso é considerado incomum pela medicina, segundo o obstetra Cláudio Canabarro.


O parto ocorreu no dia 12 de junho, e nesta terça-feira, dia 18, os gêmeos seguiam internados. Como nasceram prematuros, vão permanecer no hospital até que atinjam idade gestacional de 36 semanas e peso necessário para a alta.


A mãe dos pequenos, Dayane Bogoni, contou em uma publicação no Instagram que descobriu a diferença expressiva no tamanho e peso dos filhos após ser internada devido ao aumento da pressão, no dia 7 de junho.


Em um exame, já hospitalizada, Dayane descobriu que um deles estava com dois quilos e 41,5 cm, enquanto que o outro havia atingido somente 1,2 quilos e 36 cm, o que dava ao menor uma condição de risco.


“Após 2h de ultrassom o médico verificou que peso estava muito diferente um do outro. E o doutor Cláudio Canabarro, um anjo, conversou comigo do jeito que precisava, sanando as dúvidas, mas sem muito mimimi”, contou a mãe.


Parto incomum


O parto dos gêmeos não é raro, mas foi considerado incomum, segundo o obstetra, porque casos em que um gêmeo cresce mais do que o outro ocorre, comumente, quando ambos ocupam a mesma bolsa amniótica ou placenta. Assim, um deles tende a receber mais nutrientes e ficar maior.


E esse não foi esse o caso dos meninos, que estavam em ambientes uterinos diferentes, de acordo com Canabarro. Tanto que um deles nasceu empelicado, enquanto que o outro não. Já em relação ao tempo gestacional, o obstetra afirma que é normal que nasçam prematuros quando são dois.

Com informações do g1



152 visualizações0 comentário

留言


bottom of page