top of page
  • Foto do escritorDifusora FM

Deputada catarinense presidirá principal comissão na Câmara dos Deputados

A deputada federal Caroline de Toni (PL-SC) comandará a Comissão de Constituição e Justiça da Câmara dos Deputados, a principal da Casa. A escolha ocorreu na noite desta quarta-feira (06). A catarinense venceu a resistência que sofreu por parte de deputados governistas que a chamaram de “muito radical”.


A semana em Brasília começou com a polêmica da indicação do nome da deputada federal. Essa disputa pela CCJ travou os trabalhos no Parlamento.


O nome da parlamentar, inicialmente não agradava o presidente da Câmara, Arthur Lira (PP-AL). O PL, partido de Caroline De Toni, em acordo de lideranças já havia dito que a CCJ seria da deputada catarinense e não abriria mão disso.



Deputada usou tom pacificador


Em declaração à imprensa, momentos antes de ter seu nome confirmado como presidente da CCJ, De Toni usou o tom pacificador. Ela falou em visão equilibrada e garantiu que vai “prestigiar o princípio da proporcionalidade partidária”, sem distinção sobre as pautas a serem deliberadas.


“Sou uma deputada de direita, mas vamos pautar algumas coisas, tendo clima, com apelo social, eu acho que tem que ser tudo. A gente tem que visar o que é bom para a sociedade brasileira.”

Por ND+





14 visualizações0 comentário

Comentarios


bottom of page