• Caroline Sacardo

Crime que acabou com bebê baleada foi motivado por 'relacionamento'

Os dois suspeitos de estarem envolvidos no disparo de arma de fogo que atingiu uma bebê de sete meses na tarde desta quarta-feira, 04 em Chapecó, foram presos em Severiano de Almeida (RS), onde moram. O crime ocorreu por volta das 13h30, no bairro Seminário.


Segundo a PM (Polícia Militar), o condutor de uma Nissan/Frontier teria realizado vários disparos de arma de fogo contra um Ford/Mustang, sem ferir o condutor. Dos disparos, um atingiu o peito da bebê que estava na frente da casa na companhia do pai. O tiro que atingiu a criança teria sido por bala perdida.


Um vídeo feito por uma câmera de segurança de um comércio, a cerca de 30 metros de onde a criança estava, mostra quando o Mustang sai da rua São Martins e dobra na rua Kasulo. Atrás dele segue a caminhonete Frontier prata. Os dois seguem em baixa velocidade, mas logo acontecem os disparos.


A vítima foi socorrida pelos familiares e levada ao (HRO) Hospital Regional do Oeste, onde permanece estável. O suspeito de atirar contra a bebê, de 38 anos, foi preso com um comparsa, que estava na camionete. Além do bebê, ninguém se feriu.


Segundo o delegado Ricardo Casagrande, da PC (Polícia Civil), as investigações seguem. “Estamos apurando tudo, mas provavelmente (o crime foi cometido por) questão de relacionamento”.



Foto: Ana Lucieto/NDTV Chapecó


Prisão por porte ilegal de arma de fogo


Em Severiano de Almeida (RS), os suspeitos foram presos somente pelo crime de Porte e Posse Ilegal de Arma de fogo. Foram apreendidos uma pistola calibre 380, 57 munições intactas calibre 380, um revólver calibre 380, um revólver calibre 22, cinco cartuchos deflagrados calibre 22 e o carro usado no crime.


Fonte: ND Mais

215 visualizações0 comentário