• Caroline Sacardo

Criação de vagas desacelera e Brasil abre 328,5 mil empregos em fevereiro

O Ministério do Trabalho informou nesta terça-feira, 29, que o Brasil gerou 328,5 mil empregos com carteira assinada em fevereiro deste ano.


Os dados são do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged) e representam queda na comparação com fevereiro de 2021, quando foram criados 397,5 mil empregos formais.


De acordo com o secretário-executivo do Ministério do Trabalho e Previdência, Bruno Dalcolmo, é natural que se espere alguma desaceleração na abertura no saldo de empregos frente ao ano passado.


"As empresas não continuarão contratando naquele ritmo para sempre, mas é um número expressivo que merece comemoração [o resultado de fevereiro]", declarou.


Ao todo, no mês passado, o país registrou:

  • 2.013.143 contratações;

  • 1.684.636 demissões.

O resultado representa a maior geração mensal de empregos formais desde agosto de 2021, quando as contratações superaram as demissões em 383 mil vagas.


Em janeiro deste ano, a abertura de vagas formais já havia registrado desaceleração.


A comparação dos números com anos anteriores a 2020, segundo analistas, não é mais adequada porque o governo mudou a metodologia no início do ano passado.


O Ministério do Trabalho e Previdência estimou que serão criadas até 2 milhões de vagas com carteira assinada em todo ano de 2022.


Fonte: G1

12 visualizações0 comentário