• Caroline Sacardo

Corpo de adolescente é encontrado no Paraguai com bilhete: 'os justiceiros estão de volta'


Amarrado às pernas do jovem, havia um bilhete que dizia: "os justiceiros estão de volta, avisamos que é só o começo da morte dos ladrões" - Foto: Redes sociais/Reprodução


O corpo de um adolescente de 17 anos foi encontrado na manhã desta quarta-feira, dia 28, na cidade de Pedro Juan Caballero, no Paraguai, vizinha a Ponta Porã (MS). Um bilhete parecido com o que foi encontrado após a execução de um casal na noite de segunda-feira, dia 26, foi encontrado junto ao corpo da vítima.

De acordo com o investigador da Polícia Nacional do Paraguai, Jorge Vidallet, o corpo foi encontrado por moradores, que acionaram as autoridades.

Segundo a polícia, havia sinais de que parte da pele entre o tórax e o pescoço da vítima foi arrancada por mordidas de algum animal, de acordo com o legista. As mãos do adolescente também foram decepadas. O médico também encontrou ferimentos de faca no corpo da vítima.


Amarrado às pernas do jovem, havia um bilhete que dizia: "os justiceiros estão de volta, avisamos que é só o começo da morte dos ladrões" (em tradução do espanhol para o português).

Em entrevista à imprensa paraguaia, a mãe do adolescente disse que os pistoleiros se enganaram e que o filho era um jovem trabalhador e honesto.


Na segunda-feira, dia 26, Mateo Martínez Armoa, de 21 anos, e Anabel Centurion Mancuelo, de 22, foram executados com mais de 35 tiros em uma choperia na cidade de Pedro Juan Caballero, no Paraguai, vizinha da brasileira Ponta Porã (MS).

Segundo a polícia paraguaia, os pistoleiros deixaram um bilhete, escrito em espanhol, preso à cabeça do jovem e com assinatura de "Justiceiros da Fronteira": "Favor não roubar."

As autoridades paraguaias informaram que o jovem executado tinha antecedentes criminais.


De acordo com as informações da polícia, o casal estava comemorando o aniversário de 22 anos de Anabel - Foto: Redes sociais e polícia paraguaia

649 visualizações0 comentário