• Caroline Sacardo

Chapecoense perde para o Santos por 2x0

A Chapecoense entrou em campo na noite desta quarta-feira (17), na Vila Belmiro, para enfrentar o Santos em partida válida pela 33ª rodada do Campeonato Brasileiro. Apesar de jogar nos domínios e diante da torcida do adversário, a equipe alviverde fez um primeiro tempo de muita consistência e criou as melhores oportunidades. Ainda na etapa inicial, no entanto, o time da casa teve um pênalti duvidoso assinalado em seu favor e, na cobrança, Marinho abriu o placar.


Apesar da desvantagem no marcador, a Chape seguiu melhor na partida e levando perigo à meta adversária, mas a busca pelo empate parou nas defesas difíceis do goleiro santista. Nos últimos minutos do duelo, o time paulista ampliou a vantagem e o placar final foi de 2 a 0.


Foto: Márcio Cunha /ACF


A partida

Depois de um início de partida muito estudado, a Chapecoense assumiu o domínio das ações e passou a criar as melhores oportunidades. Aos 14, Mike puxou contra-ataque, chapelou o adversário e tocou para Kaio Nunes, que finalizou, mas teve o chute obstruído pela marcação. Aos 22, na primeira chegada do Santos ao ataque, a arbitragem assinalou pênalti de caráter duvidoso para o time da Vila e, na cobrança, Marinho converteu.


Na tentativa da resposta alviverde, aos 38, Mike recebeu a bola na entrada da área e finalizou; a bola quicou e por muito pouco não enganou o goleiro adversário e morreu no fundo do gol. Na sequência, aos 45, Mike novamente arriscou o chute de fora da área e João Paulo espalmou para escanteio. Ainda no primeiro tempo, a Chape finalizou com Henrique Almeida e Laercio, mas o placar permaneceu o mesmo.


A Chape manteve o ímpeto no retorno para o segundo tempo e, aos sete, Kaio Nunes finalizou em cima da zaga, Mike ficou com a sobra e finalizou no gol, para mais uma defesa do arqueiro adversário. Aos nove, em tentativa de cruzamento, Ezequiel assustou e quase encobriu João Paulo. Aos 23, em lance de velocidade de Bruno Silva, o camisa sete armou o chute, mas foi obstruído pela zaga. Lance semelhante aconteceu aos 35, quando o atleta recebeu lançamento pela direita e finalizou, mas foi travado.


Apesar da pressão alviverde, aos 38 minutos o Santos ampliou a vantagem com gol de Marcos Guilherme, determinando em 2 a 0 o placar final.


Fonte: Chapecoense


0 visualização0 comentário

Posts recentes

Ver tudo