• Globo Esporte

Chape e São Paulo empatam na Arena Condá

Chapecoense e São Paulo empataram por 1 a 1 na tarde deste domingo, na Arena Condá, em Chapecó, pela 23ª rodada do Campeonato Brasileiro. Rigoni fez o gol do Tricolor, e Mike empatou para a Chape. Mas a história do jogo começou antes de a bola rolar, quando Hernán Crespo, técnico do Tricolor, disse que o time precisava assumir que é “superior” ao adversário e “ganhar os três pontos”. Algo natural entre um dos principais elencos do país (apesar da má fase) e o lanterna. Só que o futebol não tem lógica, e a falta de poder de decisão do São Paulo tem complicado até mesmo o que parece óbvio. Rigoni, embora tenha feito um gol, perdeu outros dois que mudariam a história do jogo. Algo que Mike, após boa jogada de Denner, não fez. Ele foi preciso e deu à Chape mais uma oportunidade de suspiro enquanto agoniza na zona de rebaixamento. Ao São Paulo, resta juntar os cacos de mais um vacilo.


Com o empate, o São Paulo foi a 28 pontos e segue na 13ª colocação. A Chapecoense, com apenas 11, continua na última colocação.


O São Paulo dominou todas as ações da etapa inicial, mas teve dificuldade em conseguir criar boas chances. A Chapecoense, por sua vez, fez muito pouco para levar perigo ao gol defendido por Tiago Volpi. Somente na reta final do primeiro tempo é que o jogo esquentou para o Tricolor. Aos 35, após boa jogada de Liziero, a bola sobrou para Rigoni chutar da entrada da área e marcar belo gol para o time visitante. Na sequência, a Chape se lançou mais ao ataque em busca de reação, mas só não levou o segundo por preciosismo de Rigoni. Sozinho em contra-ataque, o argentino tentou a cavadinha na saída do goleiro e mandou para fora.


Foto: Rubens Chiri/São Paulo


Na etapa final, o jogo continuou na mesma pegada. O São Paulo com o domínio, mas sem muita criatividade, e a Chapecoense arriscando muito pouco. A melhor chance do Tricolor no segundo tempo surgiu apenas aos 18 minutos, quando Welington lançou Luciano, que rolou para Rigoni. O argentino, de novo, tentou a cavadinha na saída do goleiro (dessa vez mais bem marcado) e mandou para fora. Mais adiante, aos 27, uma nova oportunidade. Calleri, em boa condição, ajeitou na grande área, mas pegou mal demais. Algo que não aconteceu com Mike, aos 30. O jogador da Chape foi certeiro após o cruzamento de Denner, após tabela com Geuvânio, e empatou a partida. Depois disso, o São Paulo ainda teve mais duas chances importantes para vencer, com Calleri. Mas desperdiçou.


Na próxima rodada, a Chapecoense joga novamente na Arena Condá. Na quarta-feira, às 19h, o time recebe o líder Atlético-MG. Já o São Paulo joga na quinta-feira, às 18h, contra o rival Santos, no estádio do Morumbi.

0 visualização0 comentário