• Caroline Sacardo

Cativeiro para venda e comercialização ilegal de animais de raça é fechado em SC

Um cativeiro com cerca de 40 cães e gatos em situação de maus-tratos foi fechado pela Polícia Militar, em Itajaí, Litoral Norte de Santa Catarina. O flagrante ocorreu nesta segunda-feira, 17, por volta das 16h20, após uma denúncia anônima que informou que na casa era realizada a venda de animais domésticos de raça de forma clandestina. Um menino de 13 anos também vivia no local em situação de vulnerabilidade social.


Na casa, a Polícia Militar escutou latidos, vindos de um corredor estreito que dava nos fundos da residência, além de constatar forte cheiro de fezes, característicos de locais com muitos animais. A guarnição conversou com uma idosa, de 60 anos, que apresentou nervosismo. Ao adentrar no local, os policiais encontraram dezenas de animais em estado de maus-tratos, que estavam em um espaço pequeno, com mal cheiro e sujo. Além disso, os cães conviviam com suas fezes.


Segundo a PM, a residência contava com cômodos que serviam de cativeiros para procriação e revenda de animais conhecidamente de raça, com alto valor de mercado e estavam separados por idade e raça.


A Guarda Municipal Ambiental também esteve na residência e constatou os fatos. O Instituto Itajaí Sustentável (INIS) conduziu os animais às suas dependências para guarda e destinação. Ainda conforme a polícia, há diversos boletins de ocorrências que relatam furtos de cachorros da mesma raça.


Ainda na casa, a polícia encontrou um menino, de 13 anos, que é neto dos moradores. Ele também residia em situação de vulnerabilidade e insalubridade, pois o local destinado à sua guarda estava todo sujo, mofado, era pequeno e o garoto não apresentava boa saúde física e mental, conforme análise dos conselheiros tutelares.


Diante dos fatos, todos os envolvidos foram conduzidos à Delegacia.


Foto: Polícia Militar


Fonte: ClicRDC

121 visualizações0 comentário