• Bruno Ramos

‘Bruxo’ investigado por extorsão é identificado no Oeste de Santa Catarina

Segundo a Polícia Civil, mulher relatou que foi vítima de ameaças de morte com sérias ameaças a familiares; veja o alerta da delegada:

A Polícia Civil, através da Delegacia de Proteção à Criança, Adolescente, Mulher e Idoso da Fronteira (DPCAMI/Fron) identificou e indiciou um homem pela prática do crime de extorsão contra uma mulher residente em São Miguel do Oeste, no Oeste de Santa Catarina. As informações foram divulgadas pela Polícia Civil nesta terça-feira (06).


A vítima procurou a Delegacia onde relatou que sofreu ameaças de morte, com sérias ameaças a familiares, acompanhadas de exigência de dinheiro, feitas através da internet por um homem que se identifica como “bruxo” e oferece rituais que prometem cura, riqueza, amor e vingança.


O investigado havia sido contratado pela vítima e após o pagamento acertado, ele passou a exigir mais dinheiro, mediante a graves ameaças.

A Polícia Civil identificou o suspeito, que agora responderá pela prática do crime de extorsão, que prevê pena de quatro a dez anos de reclusão.


A Delegada de Polícia responsável pela DPCAMI faz um alerta para que as pessoas tomem cuidado com os contatos que fazem e os serviços que adquirem por meio da internet. Ainda mais nessa época de isolamento social em que o uso das redes sociais e dos aplicativos de conversa aumentou muito, há aqueles que se aproveitam para, de alguma forma, obter vantagens, muito frequentemente de forma ilícita e inclusive violenta, situações que podem ser evitadas com a tomada de cuidados como não fornecer dados pessoais a quem não se conhece e considerar sempre a hipótese de que por trás do perfil da rede social pode estar alguém agindo de forma a obter alguma vantagem indevida.

0 visualização0 comentário