• Caroline Sacardo

Briga por ponto de prostituição resulta em condenação de 12 anos de prisão

A sessão do Tribunal do Júri da comarca de Chapecó, ocorrida na última sexta-feira, 15, condenou o acusado de atirar em outro homem em 18 de fevereiro de 2014. O réu recebeu a sentença de 12 anos de prisão, em regime fechado. Ele foi preso ao final do julgamento e levado para o Complexo Prisional de Chapecó. O agressor responde por homicídio qualificado por uso de recurso que dificultou a defesa da vítima e por porte ilegal de arma de fogo. Um segundo réu foi absolvido.

De acordo com a denúncia, os réus chamaram outros quatro homens e uma mulher para resolver desavenças entre os envolvidos a respeito de pontos de prostituição na avenida Fernando Machado, em Chapecó. Antes de acionarem a campainha do apartamento onde residia o casal, os visitantes foram alvejados com disparos de arma de fogo. A vítima morreu no local (Autos número 0003410-81.2014.8.24.0018).


Fonte: TJSC

64 visualizações0 comentário