• Caroline Sacardo

Brasil começa a indicar 4ª dose de vacina contra Covid-19 a idosos

O Ministério da Saúde deve recomendar a quarta dose para idosos com 80 anos ou mais ainda nesta semana. Alguns estados já estão adotando por conta própria a nova dose adicional.


A quarta dose já vinha sendo estudada pela pasta, porém, em fevereiro, a Saúde não fez a recomendação por entender que ainda não havia dados científicos que comprovassem a sua necessidade.


Segundo pessoas que acompanham as discussões, falta ainda a análise de um estudo sobre o tema.


O Ministério da Saúde já recomenda a aplicação da quarta dose da vacina da Covid-19 em pessoas imunocomprometidas acima de 12 anos. Estão entre esse público, por exemplo, quem está passando por quimioterapia contra o câncer, fez algum tipo de transplante de órgão ou de células tronco, vive com HIV/Aids ou faz hemodiálise.


Em nota, a pasta orientou que o esquema primário de vacinação desse grupo deve ser feito com três doses com intervalo de oito semanas entre elas. Já a quarta dose deve ocorrer após quatro meses.


Os estados e municípios não são obrigados a seguir as recomendações do governo federal e podem elaborar regras próprias para o combate à pandemia, como reforçou o Supremo Tribunal Federal em decisão de 2020.


Em São Paulo e no Espírito Santo a aplicação teve início nesta segunda-feira em idosos acima de 80 anos de idade.


A quarta dose também vem sendo adotada em outros países como França, Alemanha e nos Estados Unidos.


Fonte: NSC

13 visualizações0 comentário