• jornalismo903

Baixo rendimento em treino pode levar Roger a mudanças no setor ofensivo do Grêmio

O Grêmio pode ter mudanças ofensivas no setor ofensivo para o duelo contra o Novorizontino. Isso porque o baixo rendimento na atividade de domingo, a penúltima antes do confronto decisivo pela Série B, não agradou ao técnico Roger Machado.


Na atividade deste domingo, Roger Machado demonstrou muita irritação com a falta de capacidade dos jogadores em executar aquilo que era pedido. De acordo com o repórter da Rádio Guaíba, Marcelo Salzano, o treinador chegou a afirmar que até ele, com 47 anos, conseguiria realizar o trabalho.


Em entrevista ainda no domingo, ao programa Concentração, Dênis Abrahão minimizou os acontecimentos na atividade. "Não me preocupo com o treino. Me preocupo com o jogo. Seguimos trabalhando", resumiu.


Os principais alvos das reclamações de Roger foram os jogadores que estão ali para municiar o ataque. Assim, a crítica foi especialmente dirigida a Biel e Janderson. O segundo, aliás, pode até ser titular, na ausência de Benítez por lesão.


Outra mudança pode ocorrer na ala. Aberto pela esquerda, Diogo Barbosa pode retomar a posição de Nicolas no setor. Na entrevista coletiva em São Januário, após o empate em 0 a 0 contra o Vasco, Roger afirmou que a nova formação favoreceria Barbosa, na comparação com o até então titular.


Grêmio encerra preparação


Nesta segunda-feira, o Grêmio encerrou a preparação para enfrentar o Novorizontino, pela Série B. Diante dos problemas apresentados no treino deste domingo, Roger Machado preferiu por realizar um treino fechado para a imprensa no CT Luiz Carvalho.

E uma presença chamou a atenção na atividade. O volante Michel trabalhou com bola e pode estar de volta ao time em breve. O jogador vira opção tanto na volância quanto aberto pela direita, onde já jogou improvisado.

O Grêmio enfrenta o Novorizontino nesta terça-feira, às 21h30min. A partida, válida pela 11ª rodada da Série B, acontece na Arena.


Correio do Povo

13 visualizações0 comentário