• Caroline Sacardo

Avaí é campeão do catarinense!

O azul e o branco voltam a ser as cores oficiais do futebol em Santa Catarina após dois anos. O Avaí conquistou, na tarde desta quarta-feira, o Campeonato Catarinense 2021. O Leão da Ilha empatou com a Chapecoense, por 1 a 1, na Arena Condá, em Chapecó, com gols do meia Giovanni e do atacante Perotti. Na partida de ida, na Ressacada, o time azurra tinha vencido por 2 a 1 e podia empatar para garantir seu 18º título estadual. Apesar da sexta final seguida, o Verdão do Oeste fica com o vice após ter sido campeão no ano passado sobre o Brusque.


Comemoração gol, Chape x Avaí, final Catarinense 2021 (Foto: Dinho Zanotto/AGIF)


Roteiro até o 18º título


Após terminar na terceira colocação na primeira fase, o Avaí eliminou o Próspera, nas quartas de final, e o Brusque, na semifinal, para chegar à decisão diante da Chapecoense. O 18º título garante o Leão da Ilha no topo do ranking de conquistas no estadual, empatando com o arquirrival Figueirense, que é alcançado às vésperas de completar 100 anos.


Conquista inédita


O título de 2021 foi o primeiro do Avaí conquistado fora de Florianópolis, considerando apenas o estadual. Em todas as outras 17 vezes que foi campeão, o Leão da Ilha levantou o troféu na capital. Teve festas no Campo do Colégio Catarinense, no Adolfo Konder, no Orlando Scarpelli e, claro, na Ressacada.


Leão da Ilha em grande fase


Além do título, o Avaí chegou ao 15º jogo sem perder na temporada. A última derrota foi em 21 de março, 2 a 0 para o Brusque na primeira fase do estadual. Na temporada, ainda são 13 jogos sem sofrer gols (o time disputou 19 partidas). A defesa teve somente oito gols tomados no Catarinense 2021.


Primeiro tempo


Com dificuldade de saída de bola pelo meio, a Chapecoense apostou nas jogadas pela lateral direita. O Avaí optou pela marcação alta, dificultando o Verdão do Oeste na transição. Assim, as chances demoraram a surgir. A primeira delas foi somente aos 23 minutos, quando Matheus Ribeiro arriscou da entrada da área. Gledson fez a defesa. Cinco minutos depois, Diego Renan respondeu com arremate de longe, mas a bola saiu por cima da meta da Chape.


A partir dos 30, só deu Verdão x Gledson. Fabinho finalizou rasteiro, o goleiro desviou e a bola acertou a trave. Em seguida, Fabinho mandou uma por cima, assim como Derlan, que testou pelo alto. Aos 42, grande jogada entre Anselmo Ramon, Mike e Fabinho, que chutou no canto direito para mais uma defesa de Gledson. Destaque da primeira etapa, o arqueiro azurra ainda se atirou nos pés do artilheiro do estadual para evitar a finalização nos acréscimos.


Segundo tempo


Com Vinicius Leite e Renato nos lugares de Valdívia e Júnior Dutra, respectivamente, o Avaí voltou melhor do intervalo. Aos seis minutos, Vinicius Leite chutou cruzado e quase abriu o placar. No minuto seguinte, Alemão cabeçou por cima da meta da Chape após cobrança de escanteio. Aos 13, Renato arriscou de fora da área e viu Keiler defender.


Aos 25, o Avaí sacramentou a conquista. Em contra-ataque, Renato avançou pela direita e serviu Giovanni, que bateu no canto direito para balançar a rede: 1 a 0. A Chape se atirou ao ataque na busca dos gols que dariam o título, mas conseguiu apenas um: Perotti, aos 50 minutos, anotou seu 15º tento na competição.


Próximos jogos


O Avaí volta a jogar no sábado, às 18h15, pela Série B do Brasileiro. O jogo da primeira rodada está marcado para o Couto Pereira, mas Curitiba está com restrições para o futebol em razão da Covid-19 e pode ser transferido para outra cidade. A Chape tem compromisso no domingo, às 18h15, contra o Red Bull Bragantino, na Arena Condá, pela estreia no Brasileirão.

28 visualizações0 comentário