• jornalismo903

Aluguéis com vencimento em junho serão reajustados em 10,7%

O Índice Geral de Preços - Mercado, responsável pelo reajuste da maioria dos contratos de aluguel vigentes no Brasil, manteve a tendência dos últimos meses e perdeu força em maio. De acordo com dados divulgados nesta segunda-feira, 30, pela Fundação Getúlio Vargas, o índice avançou 0,52% no mês, ante alta de 1,4% apurada em abril.


Com a desaceleração confirmada, o indicador soma elevação de 10,72% no acumulado dos últimos 12 meses, percentual que será usado para reajustar as locações com vencimento no mês de maio. Nos primeiros cinco meses de 2022, o IGP-M subiu 7,54%, alta também menor do que a registrada no mesmo período do ano passado.


Imagem: Agência Brasil


Na prática, os inquilinos que pagam atualmente um aluguel de R$ 1.500 terão que desembolsar R$ 1.660,80, ou seja, um acréscimo de R$ 160,80 em todos os meses para continuar morando no mesmo imóvel. Para evitar o peso no bolso, especialistas recomendam a renegociação com o proprietário do imóvel.


O resultado mantém a trajetória de queda dos reajustes atrelados ao IGP-M iniciada há um ano, quando os contratos de aluguel com aniversário no mês de julho foram reajustados em mais de 37%.


Fonte: R7

45 visualizações0 comentário